TINTA CASEIRA PARA BEBÊS

tinta caseira

   Em casa, sempre buscamos manter a nossa filha envolvida em atividades recreativas que permita a sua diversão e ao mesmo tempo desenvolvimento, de modo a evitar a sua exposição precoce à TV (mesmo as vezes liberando para assistir um dvd musical).

   Algo que sempre notei conversando com outras mães, é a preocupação com as atividades que envolvem a pintura, pois sabe-se que não é recomendado oferecer tinta guache para bebês ou outras encontradas no mercado, já que nessa fase tudo é levado à boca, correndo o risco de uma intoxicação, e ao conversar com minha sogra que é pedagoga Waldorf, ela me passou algumas receitas de materiais que podem ser feitos para atividades com bebês e crianças, essas receitas encontrei também na internet espalhadas em grupos no facebook, a pintura através de uma tinta caseira que pode ser levada à boca foi a que mais me chamou atenção no momento.

   Vale lembrar que, não é recomendado oferecer ao seu filho caso ele ainda não consuma esse tipo de produto, eu particularmente não deixei a Iara comer a tinta, devido à presença de anilina já que ela nunca havia experimentado (quem sabe da próxima vez), talvez seja neura, mas prefiro dessa forma, essa opção é apenas um meio de garantir que ela ponha uma tinta na boca que não seja tóxica. Vamos à receita?

tinta comestivel

tinta comestivel


   Vejam só, talvez você já tenha todos os ingredientes em casa, caso não, são fáceis de encontrar, e o preço é acessível.

   De início, a Iara Di Luna viu os recipientes com as tintas e sorriu, pediu da mesma forma que ela pede comida, mas expliquei que seriam para ela pintar, lembrando que ela tem 1 ano e 4 meses, peguei um papel cartão, mas pode ser uma cartolina ou o material que você desejar, coloquei na mesa e prendi com fita adesiva para evitar dela jogar no chão, coloquei-a na cadeira e entreguei os pincéis, também me sentei e a instrui, pois ela olhava para o pote e não sabia muito bem o que fazer, depois de mostrar como "funcionava", ela inciou a sua obra de arte.





   Tenho um irmão de 8 anos, foi interessante envolvê-lo na brincadeira, comprei apenas 4 cores de anilina, verde, azul, amarelo e vermelho, fazendo misturas para surgirem as restantes, nesse momento, expliquei para eles dois como consegui aquelas outras cores, por mais que ele já tenha realizado a mesma experiência no colégio, é sempre bom relembrar.


   A experiência da Iara Di Luna com a tinta foi simplesmente melhor do que esperávamos, ela pintou com pincel, com a mão, passou no corpo, se divertindo bastante.


   Percebe-se que a textura da tinta é diferente, um pouco gosmenta, como informei no modo de preparo, deixei cozinhar um pouco para que ela não ficasse aguada, podendo derramar mais fácil, nessa consistência, a Iara virou o pote e mesmo assim não conseguiu derramar, além de que ela achou interessante pegar na tinta "melequenta".


   E no final ela já estava assim, pintando a si mesma heheh



   E com vocês, as obras de artes, as primeiras pinturas realizada pela Iara Di Luna (meu irmão em alguns momentos passou o dedo na tinta e deixou a sua "participação especial"), que após secar irão para um quadro e farão parte da decoração do quarto dela.



Até a próxima :)

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR!

Postar um comentário

 
Sentido Materno - 2015. Todos os direitos reservados ©
LAYOUT PRODUZIDO POR INVENTO DESIGN e MODIFICADO POR SENTIDO MATERNO - Imagens por Freepik | Powered by Blogger