NOSTALGIA DE MÃE

Nostalgia de Mãe
   
   Um cheiro,

   Uma simples fragrância de sabonete me levou à época em que minha filha era apenas uma recém nascida.

   Aquele cheiro fez-me sentir felicidade e um pouquinho de tristeza ao mesmo tempo, na verdade não sei ao certo se era tristeza, mas que deixa um gostinho de "quero mais".

   Lembranças que, mesmo com todas as fotos, vídeos e aquelas que guardo em meu coração, nunca poderão ser novamente materializadas.

   Por mais que a vida de uma mãe de primeira viagem não seja fácil, é gratificante acordar cedo, ou nem mesmo dormir e atravessar a noite acordada, e ver aquele rostinho lindo, dar banho e colocar aquela roupinha fofa que era criteriosamente escolhida, fazer o banho de sol e aguardar as visitas.

   Dias que se resumiam em levantar exausta, as vezes nem tirar o pijama e ir no pátio ver o nascer do sol, e o mais importante, com aquele serzinho tão delicado no colo que necessita de um toque todo suave, e ter cuidado ao pegar, fazer massagens relaxantes e passar o dia com ela no colo amamentando.

   Era esperar pelo inesperado, já que tudo sempre foi e ainda é um grande aprendizado.

   Era levantar cedo para ir à consultas, vacinas e testes.

   Era tirar fotos, gravar diversos vídeos, ler sobre vários assuntos, participar de grupos, fóruns e todas essas coisas que nós mães (e alguns pais também) costumam fazer.

   Por mais que ainda tenhamos os mesmos cuidados com nossa filha e quase tudo citado ainda faça parte de nossa rotina, bate aquela saudade até das coisas mais improváveis, como escaldar tudo o tempo todo, de trocar o paninho de boca a cada babinha, enfim, de ser a mãe exagerada que eu era.

   Minha filha está se desenvolvendo linda, saudável, com novidades a todo instante, e sei que conforme o tempo for passando e ela for crescendo, haverá mais lembranças, e com isso mais momentos de nostalgia, então aproveito cada minuto com ela, para olhar, admirar, gravar em minha memória, para que o tempo não possa apagar esses pequenos detalhes que para alguns podem  até ser bobos, mas que para mim são relevantes e jamais irão voltar.

Carpe Diem

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR!

Postar um comentário

 
Sentido Materno - 2015. Todos os direitos reservados ©
LAYOUT PRODUZIDO POR INVENTO DESIGN e MODIFICADO POR SENTIDO MATERNO - Imagens por Freepik | Powered by Blogger